Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Portadores de necessidades especiais merecem respeito, diz Papa

08/11/2010

Da Redação | CN Notícias

“Para o cristão, cada homem é realmente um santuário de Deus, que deve ser tratado com todo respeito e afeto, sobretudo quando se encontra na necessidade”, afirmou o Papa Bento XVI, na tarde deste domingo, 7, em sua visita a obra beneficentes  “Nen Déu", em Barcelona, Espanha.

A diretora da instituição que cuida de crianças e jovens com necessidades especiais, irmã Rosário Hidalgo salientou a grandeza do gesto das famílias ao aceitarem seus filhos assim como são, não optando pelo aborto, legalizado no país.


"Essas famílias na aceitação dos seus filhos dizem um sim a vida. Seus filhos frágeis, indefesos e incompreendidos por essa sociedade materialista e carente de valores autênticos, mas que aos olhos de Deus são os primeiros a entrarem no Reino dos Céus, pois são simples e humildes os que conservam um coração de criança e dão tudo sem esperar nada”, disse a diretora da instituição.

“Mesmo sendo diferentes, nossos corações amam como todos os outros, e nós queremos ser amados. Agradecemos nossos pais que nos presentearam com a vida e aqueles que cuidam de nós”,  disse a jovem Maria Delmar ao Papa.

Bento XVI destacou que todo homem é templo de Deus e precisa ser tratado com carinho, principalmente quando sofre alguma necessidade. “A Igreja precisa fazer realidade as palavras de Jesus “eu vos asseguro quando fizestes a um dos pequenos é a mim que o fizeste” (Mt 25,40), disse o Papa pedindo aos voluntários e profissionais que continuem a socorrer os mais pequenos e necessitados, dando a eles o melhor deles mesmos.

Ao falar sobre as tecnologias médicas, Bento XVI foi enfativo em dizer que elas devem se desenvolver sem jamais ferir o respeito pela vida e pela dignidade humana. “De modo que aqueles que sofrem doenças ou dificuldades psíquicas ou físicas possam receber sempre aquele amor e aquela atenção que permitem que eles se sintam valorizados como pessoas em suas necessidades concretas”, completou.

O Santo Padre disse agradecer à Deus pela vida daquelas crianças e jovens que ocupam um lugar importante em seu coração. “Rezo por todos vocês e peço que me ajudem com suas orações para cumprir com fidelidade a missão que Cristo me confiou”, pediu o Papa.

O Pontífice disse que também não deixa de orar incessantemente “para que as pessoas com necessidades possam ocupar seu lugar na sociedade e não sejam marginalizados por causas de suas limitações”.

Em seguida, o Santo Padre abençoou a obra e também a pedra fundamental da nova casa que será construída com a ajuda do Vaticano e receberá o nome de “Papa Bento XVI”.

Cerca de 1.020 convidados, dentre os quais 200 crianças e jovens portadores de necessidades especiais, suas famílias, voluntários e funcionários da instituição, fundada em 1892, receberam o Papa nesta visita que simbolizou seu apoio ao trabalho social realizado pela Igreja.

O local foi decorado com grandes desenhos feitos pelos jovens atendidos pela obra. Durante a visita, os alunos e professores cantaram ao Papa uma canção com melodia alemã traduzida para o catalão.

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 - 2017 Paróquia São João Bosco. Todos os direitos reservados.