Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Papa reza pelos fiéis defuntos nas Grutas da Basílica Vaticana

02/11/2010

Da Redação | CN Notícias, com Boletim da Sala de Imprensa da Santa Sé

O Papa Bento XVI fará um momento de oração particular nas Grutas da Basílica Vaticana por ocasião do Dia de Finados, às 18h (em Roma – 14h no horário de Brasília).

A intenção especial é pelo sufrágio dos Sumos Pontífices ali sepultados e de todos os defuntos.


As grutas vaticanas

As grutas vaticanas estão situadas sob a Basílica de São Pedro, ainda que em um nível superior com relação à basílica constantiniana do século IV. Além das capelas dedicadas a vários santos, contêm tumbas de reis, rainhas e papas a partir do século X.

O lugar sagrado por excelência é o sepulcro de São Pedro, onde encontra-se o tabernáculo, do século IV, mandado construir pelo imperador Constantino, sobre a venerada sepultura do Apóstolo.

Neste lugar, também encontram-se as tumbas de Bento XV, Paulo VI, João Paulo I e João Paulo II - que ocupa o lugar onde antes esteve enterrado João XXIII, cujos restos mortais foram transladados para o altar de São Jerônimo logo após sua beatificação, para tornar mais acessível a visita dos devotos.

Em uma das capelas ao redor da ábside pode-se ver o afresco do pintor romano do século XIII, Pietro Cavallini. É a Madonna della Bocciata, assim chamada devido ao inchaço que se percebe no seu rosto. Conta a lenda que um soldado bêbado, descontente por ter perdido o jogo de bolas, teria lançado uma bola contra a imagem que, diante do impacto, sangrou.


O Dia de Finados

O costume de orar pelos mortos é uma realidade desde os primeiros tempos do cristianismo e foi conservado pelas comunidades cristãs. A criação da data deve-se a santo Odilon, que supôs que, do mesmo modo que havia um dia para a celebração de todos os santos, devia também haver um dia dedicado à celebração de todos os fiéis falecidos.

Tudo indica que a escolha do 02 de novembro, dia seguinte à comemoração de Todos os Santos, foi feita levando-se em conta que os mortos que não estavam colocados na lista dos santos canonizados tinham  também a necessidade de orações. A Igreja oficializou a celebração em 1311 e, em 1915, Bento XV estendeu a solenidade a toda a Igreja.

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 - 2017 Paróquia São João Bosco. Todos os direitos reservados.