Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Jovens dialogam com Bento XVI em encontro no Vaticano

31/10/2010
Da Redação | CN Notícias, com Rádio Vaticano
 
O "amor verdadeiro" e a "verdadeira liberdade" foram alguns dos assuntos tratados pelos jovens no encontro com o Papa Bento XVI, neste sábado, 30, na Praça São Pedro, no Vaticano. Cerca de 80 mil jovens da Ação Católica italiana participaram do encontro, para refletir o tema "Há mais: cresçamos juntos".

Os jovens tiveram a oportunidade de dialogar com o Santo Padre e refletiram sobre o amor, a educação e o testemunho evangélico na vida cotidiana.

Hoje, demasiadas vezes "o amor é reduzido a uma mercadoria que se pode trocar ou consumar sem respeito por si e pelos outros". Assim é o amor proposto, muitas vezes, na mídia e na internet. "É egoísmo, ilusão de um momento, algo que vos liga como uma corrente, algo que sufoca o pensamento e aquela força insuprível que é o amor verdadeiro, que certamente também custa sacrifício", ressaltou Bento XVI respondendo ás perguntas que lhe foram dirigidas.

O Papa destacou que existe uma prova que confirma se o nosso amor está crescendo bem: “se não excluis da vossa vida os outros, sobretudo os vossos amigos que sofrem e se encontram sozinhos, as pessoas em dificuldade, e se abris o vosso coração ao grande Amigo que é Jesus".

Também a Ação Católica vos ensina os caminhos para aprender o amor autêntico, explicou. "A participação na vida da Igreja, da vossa comunidade cristã, a disponibilidade em relação aos coetâneos que se encontram na escola, na paróquia e em outros ambientes". E exortou os jovens da Ação Católica a aspirarem a metas maiores, porque Deus dá a força.

Em resposta à pergunta de uma educadora sobre o desafio atual de educar, o Papa respondeu que "ser educador significa ter uma alegria no coração e comunicá-la a todos para tornar bela e boa a vida, significa oferecer razões e metas para o caminho da vida".

O Papa solicitou os educadores da Ação Católica a oferecerem "a beleza da pessoa de Jesus" e se enamorarem por Ele, com "seu estilo de vida, da sua liberdade, do seu grande amor cheio de confiança em Deus Pai".

“Tende a coragem, ousaria dizer a confiança de não deixar nenhum ambiente sem Jesus, sem a sua ternura que fazeis experimentar a todos, também aos mais necessitados e abandonados, com a vossa missão de educadores”, ressaltou.

Com os jovens estiveram 10 mil educadores, 500 sacerdotes assistentes e 50 bispos, além de representantes de seis países convidados - Argentina, Burundi, Espanha, Roménia, Rússia – e da Terra Santa.

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 - 2017 Paróquia São João Bosco. Todos os direitos reservados.