Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Deus ama os pobres e os levanta de sua humilhação, diz Papa

26/09/2010
Da Redação | CN Notícias, com Rádio Vaticano
 
“Deus ama os pobres e os levanta da sua humilhação”, destacou o Papa Bento XVI na oração do Ângelus deste domingo, 26. O Santo Padre explicou que o “destino eterno” de cada um é condicionado pela escolha de seguir o caminho que Deus tem nos mostrado: o amor.

No Evangelho deste domingo, recordou o Papa, Jesus conta a parábola do homem rico e do pobre Lázaro. O primeiro vive no luxo e egoísmo, e quando morre, acaba no inferno. O pobre, ao invés, que come os restos da mesa do rico, quando morre é levado pelos anjos à morada eterna de Deus e dos santos. “Bem-aventurados vós, os pobres - proclamou o Senhor aos seus discípulos - porque vosso é o reino de Deus" (Lc 6:20).

“Mas a mensagem da parábola vai além disso; recorda que enquanto estamos neste mundo, devemos escutar o Senhor que nos fala através das Sagradas Escrituras e viver segundo a sua vontade, caso contrário, após a morte, será tarde demais para se arrepender", explicou.

Portanto, - continuou o Papa - "essa parábola nos diz duas coisas: a primeira é que Deus ama os pobres e os alivia de suas humilhações; e a segunda é que o nosso destino eterno é condicionado pelo nosso comportamento, depende de nós seguir o caminho que Deus tem nos mostrado para chegar à vida, e esse caminho é o amor, não entendido como sentimento, mas sim como serviço aos outros, na caridade de Cristo”.

Por feliz coincidência – observou o Papa – nesta segunda-feira, 27, a Igreja celebra a memória litúrgica de São Vicente de Paulo, patrono das organizações caritativas católicas, falecido há 350 anos.

“Na França de 1600, ele tocou com suas próprias mãos o forte contraste entre os mais ricos e os mais pobres. De fato, como sacerdote, ele pode frequentar seja os ambientes aristocráticos, seja o meio rural, como também as áreas mais mariginalizadas de Paris”, destacou o Santo Padre.

São Vicente fundou as “Filhas da Caridade”, primeira congregação feminina a viver a consagração “no mundo”, no meio das pessoas, com os doentes e os necessitados.

Na conclusão o Papa recordou que retorna ao Vaticano na próxima quinta-feira e concedeu a todos sua Benção Apostólica.

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 - 2017 Paróquia São João Bosco. Todos os direitos reservados.