Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Arquidiocese do RJ ganha três novos bispos auxiliares neste sábado

31/01/2011
Da Redação | CN Notícias, com informações da Arquidiocese do Rio de Janeiro
 
A Arquidiocese do Rio de Janeiro ganha três novos bispos auxiliares neste sábado, 15. Os monsenhores Nelson Francelino Ferreira, Paulo Cezar Costa e Pedro Cunha Cruz receberão a consagração episcopal pela imposição das mãos do Arcebispo metropolitano do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta; do Bispo de Valença, Dom Frei Elias James Manning; e do Bispo auxiliar emérito da Arquidiocese do Rio, Dom Karl Josef Romer.

A cerimônia acontece na Catedral de São Sebastião, às 8h30m. O anúncio da nomeação dos novos bispos auxiliares foi feito no dia 24 de novembro de 2010.

Em 20 de dezembro último, os três bispos eleitos fizeram a profissão de fé e juramento de fidelidade, durante a celebração da Missa Solene de São Sebastião, na Igreja dos Capuchinhos.


Saiba mais

 - Monsenhor Pedro Cunha Cruz

Nasceu em 16 de junho de 1964 e foi ordenado sacerdote no dia 4 de agosto de 1990. Formado pelo Seminário Arquidiocesano de São José, cursou Filosofia pela Uerj, de 1987 a 1990, e Teologia pela PUC-Rio, de 1986 a 1989, mais tarde adquirindo os títulos de mestre em filosofia, pela Pontificia Università Santa Croce, em 1995, de mestre em teologia fundamental, pela Pontifícia Universidade Gregoriana, em 1996, e de doutor em filosofia pela Pontificia Università Santa Croce, em 1997. Atuou como vigário-paroquial da Paróquia Cristo Operário e Santo Cura d’ Ars, na Vila Kennedy, como pároco da Paróquia São Francisco de Assis, em Senador Camará, como diretor de Estudos do Seminário Arquidiocesano de São José, como pároco da Paróquia Santa Teresa de Jesus, em Santa Teresa, e como diretor do Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

 - Monsenhor Nelson Francelino Ferreira

Nasceu em 26 de fevereiro de 1965 e foi ordenado sacerdote no dia 4 de agosto de 1990. Formado pelo Seminário Arquidiocesano de São José, cursou Filosofia pela Faculdade Eclesiástica de Filosofia João Paulo II, de 1984 a 1985, e Teologia pelo Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro, de 1986 a 1989, mais tarde adquirindo os títulos de mestre e doutor em teologia sistemática pela PUC-Rio, de 1994 a 1997 e de 1998 a 2001, respectivamente. Atuou como vigário paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Realengo, como pároco da Paróquia São Luiz Rei de França, em Costa Barros, como pároco da Paróquia São Marcos, na Barra da Tijuca, como pároco da Matriz Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, como vice-presidente do Conic/RJ, como professor do Instituto de Ciências Religiosas, do Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro, da PUC-Rio, da Faculdade de Teologia São Bento, do Instituto Santo Antônio e do Seminário Rosa Mística, na Diocese de Nova Friburgo.

 - Monsenhor Paulo Cezar Costa

Nasceu em 20 de julho de 1967 e foi ordenado sacerdote em 1992. É membro do grupo de peritos da Comissão de Doutrina da CNBB, do Instituto Nacional de Pastoral da CNBB, foi reitor do Seminário Diocesano Paulo VI, em Nova Iguaçu, e diretor do Departamento de Teologia da PUC-Rio. Formado pelo Seminário Arquidiocesano de São José, cursou filosofia no Seminário Nossa Senhora do Divino Amor, em Petrópolis, como seminarista da Diocese de Valença, e teologia pelo Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro, já no Seminário de São José, de 1989 a 1992. Atuou como vigário paroquial da Paróquia São Pedro e São Paulo, de Paraíba do Sul, como pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Vassouras, como membro da Coordenação Diocesana de Pastoral da Diocese de Valença, como pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima, como professor do Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro e do Instituto de Filosofia e Teologia Paulo VI, em Nova Iguaçu.

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 - 2017 Paróquia São João Bosco. Todos os direitos reservados.